domingo, 30 de outubro de 2016

Diário de Uma Grávida - 21ª Semana


Olá futuras mamães, a novidade do diário de uma grávida dessa semana é que fizemos um dos ultrassons mais importantes da gestação: o ultrassom morfológico, que geralmente é feito entre 20 e 24 semanas. Nesse exame é avaliado toda a estrutura do bebê, assim como seus pequenos órgãos. É tão lindo ver cada detalhe tão pequenininho, é uma perfeição divina! Graças a Deus está tudo bem!

Fomos na médica para a consulta de pré-natal e nessa próxima semana vamos voltar na nutricionista. Semana que vem conto como que foi, mas por enquanto, estamos super de bem com a balança!



Aproveitamos para conferir as novidades da feira de gestante e começar a ter ideias para o chá de bebê. O quartinho já foi comprado agora só falta chegar! São tantos detalhes!! É uma delicia poder ver cada uma dessas coisas. 



Esse final de semana tivemos uma visita do papai que estava longe!!! Foi muito bom poder passar esses dias com ele. 



Sobre a neném: de acordo com o aplicativo*, essa semana ela está do tamanho de um pepino caipira, com cerca de 27 cm. Os lábios estão se tornando mais definidos. Começam também a crescer as sobrancelhas.

Por essa semana é só!

Beijos e até a semana que vem!


*Aplicativo Baby Center

sábado, 29 de outubro de 2016

Tipos de Parto - Parte 3 - Cesárea, Fórceps e Vácuo Extrator



CESÁREA

Como é: via transabdominal. É uma cirurgia como outra qualquer. Após a anestesia, o médico corta várias camadas até chegar ao útero, onde o bebê é alcançado e retirado. Em seguida, a placenta é removida e o corte suturado.

Quem pode: segundo a Organização Mundial da Saúde, só deve ser utilizada quando há risco de vida ou de danos permanentes para a mãe ou o bebê. Exemplos: quando a criança é grande demais; está encaixada em posição difícil (atravessada ou com o ombro voltado para baixo); encontra-se em sofrimento fetal; há problemas como descolamento de placenta ou placenta prévia; existe risco de rompimento uterino; o cordão umbilical sai antes do bebê; acontece uma crise de eclâmpsia. Mulheres hipertensas, e com tumores benignos também se beneficiam da técnica.

Riscos: maior ocorrência de infecções por ser uma cirurgia. Pós-parto mais doloroso. Maior tempo de internação hospitalar. Complicações com a cicatrização, como formação de queloides em quem tem propensão. Experiência de parto negativa.

Benefícios: evita complicações graves. Em alguns casos, é capaz até mesmo de salvar a vida da mãe e/ou do bebê.

Recuperação: lenta. É preciso fazer repouso por pelo menos cinco dias. E nada de esforço por 30 dias. A recuperação total da musculatura pélvica só ocorre depois de seis meses.


Anestesia: a peridural é a mais usada, mas é possível utilizar a ráqui, o bloqueio duplo ou ainda anestesia geral para mulheres que não podem receber a ráqui ou precisam de uma intervenção imediata.


PARTO A FÓRCEPS

Como é: via vaginal. O obstetra utiliza um instrumento cirúrgico semelhante a duas colheres, o fórceps, que ajuda a retirar o bebê do canal.
Quem pode: é um procedimento de emergência definido pelo obstetra. Aplica-se, por exemplo, quando há sofrimento fetal ou a mulher não consegue mais fazer força.
Riscos: pode machucar o períneo da mulher, com pequeno risco de danos à bexiga ou ao ânus. Às vezes, o bebê sofre uma lesão temporária na cabeça ou no nervo facial.
Benefícios: finalização do parto de forma segura.
Recuperação: no mesmo dia. Ao final da anestesia, a mulher já pode levantar.
Anestesia: local, em caso de episiotomia.

PARTO POR VÁCUO EXTRATOR

Como é: via vaginal, é uma variação mais moderna do fórceps. Utiliza um instrumento cirúrgico com ventosas, que são posicionadas na cabeça do bebê, sugando-o um pouco mais para fora a cada contração.
Quem pode: também é um procedimento definido pelo obstetra para lidar com casos de sofrimento fetal, emergências ou quando a mãe não consegue mais fazer força durante o parto.
Riscos: o bebê pode nascer com a cabeça em formato cônico, efeito que desaparece em poucos dias. Às vezes, forma-se um hematoma na cabeça da criança que se cura em uma semana.
Benefícios: agiliza o parto, permitindo lidar de modo seguro com algumas complicações.
Recuperação: no mesmo dia. Ao final da anestesia, a mulher já pode levantar.
Anestesia: nenhuma.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Tendências que Vão Bombar no Verão

O Post de hoje é com a colunista, Thaís Rocha, consultora de imagem que sempre nos dará umas dicas de moda. Thaís é minha amiga e mora na Itália, portanto, está super antenada nas novas tendências. Confiram as tendências que vão bombar nesse verão!

Tendências que vão bombar no verão
*Por Thaís Rocha

Quando entramos nas lojas e nos deliciamos com as lindas peças da estação podemos nem ter ideia, mas aquelas tendências foram enunciadas pelas grifes mais poderosas do mundo muitos meses antes.

Saber mais a respeito das tendências pode ser positivo tanto para se familiarizar com as propostas encontrando sua forma pessoal de usá-las como para economizar.

Se você sabe de antemão o que será tido como moda poderá garimpar as suas peças-chave com mais tranquilidade e com preços mais em conta.

Os principais desfiles nacionais também nos ajudam a descobrir o que vai ser tendência no próximo verão. E como não era de se esperar: vem muita coisa boa por aí! A estação mais quente do ano vai abrir 2017 com muito estilo e personalidade, usando e abusando de cores vivas, como o rosa, laranja e amarelo em tons fortes.

Algumas peças – queridinhas em 2016 – continuam com tudo no verão 2017 (ainda bem!) como as jaquetas bomber e jeans. Outros estilos, deixados um pouco de lado, voltam com tudo. Ficou curiosa? Dá uma olhada nas principais tendências que vão bombar no verão que se aproxima.

Patches


Eles chegaram de mansinho e acabaram tomando conta de todas as peças, desde de jaquetas, camisetas, calças...até os acessórios como bolsas e calçados ganharam aquele toque divertido. E engana-se quem acha que vai ser uma modinha passageira, aqui na Europa, já se vê essas texturas nas coleções de inverno com uma pegada mais romântica. Sai os desenhos coloridos e animados que remetem a infância e entram as flores, pequenos pássaros, borboletas...

Decote Bardot (ombro a ombro)


O foco da temporada é total nos ombros! Além de recortes estratégicos, ganham também recortes retos deixando bem a mostra essa parte do corpo. Esse decote é super democrático e vai bem para todos os tipos físicos. A dica para quem tem muito ombro, peito e é mais "cheinha" é usar tecidos fluidos, sem babados, pouco estruturados. Seda, algodão e malha são ótimos. Já quem tem pouco peito, ombro e quadril grande deve procurar tecidos mais encorpados, alfaiataria, detalhes de laços nos ombros, o que irá criar uma estrutura e chamar a atenção para esta parte do seu corpo (ombros). Vale ressaltar tecidos estampados, cores vivas e texturas.

Calças Pantacourt



A Pantcourt é aquela calça nem curta nem comprida que não aparece desde os anos 90, mas que voltou com tudo nessa temporada. Apesar de causar muitas dúvidas e certa estranheza no início, se você levar em consideração algumas dicas vai perder o medo de usar essa peça tão queridinha, que promete perdurar nas tendências por um bom tempo.

A calça pode compor o look de maneira mais elegante ou relax, dependendo do seu estilo e produção.

Se usada com salto, além de deixar o look com ar de mais arrumadinho, o salto alonga a silhueta. Não precisa ser o salto mais alto e fino, use o que for mais confortável. Uma dica é optar por sapatos que mostram o peito do pé ou de cores semelhantes a da sua pele.
Como o salto pode ser cansativo para alguns tipos de rotina, ou até mesmo no verão, quando os dias são quentes e nosso corpo tende a cansar e inchar. Mas não se preocupem – as rasteirinhas combinam e muito com a pantacourt! Para parte de cima, o cropped e regatas dão um toque especial, além de deixar você fresquinha. Abuse das estampas tropicais e tecidos leves.

Choker



A gargantilha bem justinha ao pescoço, chamada choker, é o acessório da vez. Seja na versão com pedrarias, metalizada ou feita de tecido, a peça-chave surgiu tímida no último inverno, e veio com força total no verão, em modelos repaginados que conferem um ar cool e sofisticado para a produção.

Existem inúmeras formas de usar as gargantilhas, você pode usar uma única peça no look ou até mesmo usar mais de uma choker no mesmo look, ou então, misturar as gargantilhas com colares mais longos, misturando chokers e colares em um look poderoso!

Usar uma choker preta fininha com pingente dá um toque moderno à produção urbana deixando ela mais usável para o dia a dia. As peças coloridas são perfeitas para injetar uma dose de ousadia nos looks mais básicos. Já a choker de metal é o truque perfeito para deixar o vestido de festa mais sexy ou o look noturno mais atual.

Metalizados, tiras e solados marcantes


As temperaturas têm subido aos poucos e nós já estamos começando a dizer adeus às botas. Mas aí fica a dúvida: em que sapatos começar a investir?

Calcanhar a mostra
Mules, chinelos, tamancos… pode apostar em tudo que deixar o seu calcanhar à vista!

Pegada Étnica
Estampas estilo peruanas, muitos pompons e barbicachos prometem tomar conta dos pés neste verão.

Flatforms
São as sandálias de plataformas baixinhas ou super altas. O que importa é que a sola seja retinha (flat).

Jeans
O clássico jeans que tem dominado o street-style em looks completos, agora chega aos pés!

Metalizados
Quanto mais brilho melhor! E não basta só ser metalizado, tem que ser espelhado e reluzir!

Tiras grossas
Não que as sandálias de tiras fininhas, chamadas de até de nudes, tenham saído de moda. Mas o hype do momento são as tiras super grossas!

Sola Tratorada
Solas super grossas e com ondulações que remetem à pneus de tratores. Mas no caso, se forem brancas, são ainda mais cool!

Estas serão algumas das peças que veremos e muito por aí nessa estação. Por isso anime-se a incluir pelo menos uma delas no guarda roupa e sentir-se ainda mais linda na estação mais alegre do ano! 

*Thaís Rocha





Thaís Rocha tem 32 anos e é a mamãe da pequena Valentina. Formada em Consultoria de Imagem pela Fashion School de Portugal. Em janeiro, começa a estudar no renomado Instituto Marangoni, em Florença na Itália, para se aprofundar ainda mais nesse campo da moda que a fascina.









domingo, 23 de outubro de 2016

Diário de Uma Grávida - 20ª Semana


Olá futuras mamães, chegamos na 20ª semana, a metade da gestação! Quantas coisas aconteceram até aqui!

A emoção da descoberta da gravidez, a apreensão para o final do temido primeiro trimestre, a famosa 12ª semana com sua translucência nucal, quem dormiu antes de fazer esse exame?!

A agradável transição para o segundo trimestre, onde passam os enjoos, o cansaço e o sono incontrolável.

O aparecimento da barriguinha e a ansiedade que só aumenta (essa não melhora nunca!!) Rsrs...

Posso dizer que até aqui é tudo muito bom! Estou caminhando para o último mês do segundo trimestre, o 6º mês. A sensação que tenho é que as doze primeiras semanas não passam por nada, mas depois delas, as demais semanas voam!!



Bom, a novidade dessa semana é que agora sim tenho certeza que senti um chutinho!! Ai que delícia!! Ainda sinto bem fraquinho, afinal, a Maria é uma mocinha muito delicada! Rsrs... Não sinto o tempo todo, mas paro tudo quando percebo um chutinho, para tentar prestar mais atenção! A sensação se parece com um pulsar bem de leve, semelhante a um espasmo muscular involuntário.

Dois novos sintomas que apareceram agora são: a falta de ar ao fazer pequenos esforços como subir um lance de escadas, por exemplo, e a asia após as refeições. Esses sintomas começam a surgir devido ao crescimento do útero, que começa a comprimir o estômago e o diafragma, músculo responsável pela respiração.



Sobre a neném: de acordo com o aplicativo*, essa semana ela está do tamanho de uma banana, com cerca de 17 cm. Ela já pode chupar os dedos e já dá para sentir os chutinhos.

Por essa semana é só!

Beijos e até a semana que vem!


*Aplicativo Baby Center


sábado, 22 de outubro de 2016

Tipos de Parto - Parte 2 - Parto na Água, Parto de Cócoras e Parto Humanizado

Tipos de Parto - Parte 2 - Parto na Água, Parto de Cócoras e Parto Humanizado




PARTO NA ÁGUA

Como é: via vaginal. Pode ser feito no hospital ou em casa. A mulher fica dentro de uma banheira com água aquecida a 36ºC. Para algumas, o contato com a água proporciona conforto e alívio; para outras, isso não basta. Precisam de suporte de medicação e, às vezes, até de oxigênio. Deve ser acompanhado por uma equipe (médico, obstetriz e enfermeira).
Quem pode: mulheres que relaxam quando estão na água. Não é recomendado para diabéticas, hipertensas ou parturientes com bebês grandes ou pequenos demais.
Riscos: os mesmos do parto normal, ou seja, ruptura do útero durante o trabalho de parto caso a mulher tenha sido submetida a cirurgias anteriores.
Benefícios: a temperatura da água alivia as dores das contrações e o stress, aumenta a irrigação sanguínea, relaxa a musculatura e facilita a saída do bebê.
Recuperação: praticamente imediata.

Anestesia: nenhuma.

PARTO DE CÓCORAS

Como é: via vaginal. O que muda em relação ao parto normal é a posição da mãe, que, em vez de ficar deitada, mantém-se de cócoras. Também existe uma cadeira especial, criada para esse tipo de parto, na qual a gestante fica a uma altura que permite ao obstetra ter um bom campo visual e auxiliar o trabalho.
Quem pode: qualquer mulher fora de situações de risco que indiquem outras técnicas. É imprescindível que o bebê esteja posicionado com a cabeça para baixo.
Riscos: os mesmos do parto normal, ou seja, ruptura do útero durante o trabalho de parto caso a mulher tenha sido submetida a cirurgias anteriores.
Benefícios: a saída do bebê é mais rápida e cômoda devido à ação da gravidade. A posição provoca o alargamento natural da pélvis, aumentando a abertura para a saída da criança com menos dor.
Recuperação: praticamente imediata.

Anestesia: local, em caso de episiotomia.



PARTO HUMANIZADO

Como é: via vaginal. A mulher é a agente do processo e nenhuma intervenção é feita, mas é preciso contar com uma equipe (médico, obstetriz e assistente), que entre em ação em caso de imprevistos. Como não há analgesia, pode não ser o ideal para quem é muito sensível à dor. No Brasil há uma forte campanha pelo parto humanizado. Assim como no parto natural, as vontades da mãe são respeitadas.

Ela deve contar com o apoio de seu companheiro, muitas vezes, conta com a doula, que é formada em obstetrícia e acompanha a mulher durante a gestação e o parto. 

O parto humanizado propõe a experiência total sobre o processo de dar à luz para a mãe, seu parceiro e o bebê que está chegando. A ideia é que a obstetrícia auxilie, mas não interfira no parto.

Quem pode: toda mulher cuja gestação não esteja exposta a nenhum fator de risco materno ou fetal.

Riscos: os mesmos do parto normal, ou seja, ruptura do útero durante o trabalho de parto caso a mulher tenha sido submetida a cirurgias anteriores.

Benefícios: os mesmos do parto normal, ou seja, baixo risco de infecção materna. Menor incidência de complicações respiratórias para o bebê no pós-parto. Favorecimento do vínculo entre mãe e filho, que é levado para o colo da mãe e amamentado imediatamente ao nascer.

Recuperação: praticamente imediata.

Anestesia: nenhuma.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Preenchimento da Pele com Booster de Ácido Hialurônico



Booster de Ácido Hialurônico Promove Preenchimento da Pele
Produto tem tecnologia única 3D skin care e estimula síntese de fibroblastos
A aplicação de ácido hialurônico na pele já é um procedimento queridinho dos dermatologistas. Para intensificar os efeitos das aplicações ou mesmo obter resultados parecidos sem ser necessário um processo mais incisivo, o booster sérum de ácido hialurônico é o produto mais indicado.

Com tecnologia 3D skin care, o booster atua nas três camadas da pele (epiderme, derme e hipoderme) por meio da combinação de quatro tipos de ácidos hialurônicos de origem vegetal. 
Confira as ações do booster sérum em cada camada da pele: 
•             Atua na epiderme: efeito imediato na hidratação
•             Na derme: estimula a síntese fibroblastos e colágeno
•             Na hipoderme: inibe os adipócitos melhorando a condição das papadas.


"Além disso, a longo prazo auxilia no preenchimento de rugas e linhas de expressão", explica a cosmetóloga e embaixadora da Novexpert no Brasil, Joyce Quenca. 
O booster de ácido hialurônico da Novexpert pode ser usado por homens e mulheres a partir dos 25 anos e é indicado para todos os tipos de pele. Ele pode ser utilizado por pessoas com pele oleosa, pois tem conceito 'oil free'. 
As principais indicações do produto é para cicatrização, pele desidratada, pele cansada, cuidados anti-envelhecimento, para utilização antes e depois de injeção de ácido hialurônico e antes e depois de lipopreenchimento. 
Conheça a composição do ácido hialurônico da Novexpert:

Sobre a Novexpert
Fundada em 2008, a Novexpert é uma empresa francesa que contém a primeira linha cosmecêutica para tratamento da pele com fórmulas minimalistas. A marca é pioneira em termos de segurança: fórmulas biodegradáveis, 0% químicos, 0% conservantes, 0% sintetico e hipoalergênica.
A linha recebe a assinatura de dermatologistas franceses e apresenta ingredientes patenteados e de alta tecnologia. Todos os produtos apresentam um ingrediente ativo: a novaxylina, um composto que ativa o gene responsável pela longevidade: a sirtruína 1.
Todos a matéria prima é vegana, as formulações hipoalergênicas e podem ser utilizados por todos os tipos de pele, sem contra-indicações.


domingo, 16 de outubro de 2016

Diário de Uma Grávida - 19ª Semana


No diário de uma grávida dessa semana a novidade é que comecei a sentir algumas dores na região lombar e por conta disso, comecei a fazer alguns exercícios de alongamento direcionados. Exercícios estes, que foram passados pela minha prima Denise Belluchi, que é professora de Educação Física e tem experiência com o assunto. Tenho feito os alongamentos logo ao acordar, as dores melhoraram consideravelmente.

Mas a pergunta é: por que essas dores apareceram tão cedo, sendo que não ganhei muito peso?

Essas dores começam a aparecer, pois com o avanço da gravidez o nosso centro de gravidade começa a mudar e a região lombar é a mais afetada. Por conta do peso da barriga, a lombar acaba ficando sobrecarregada demais. Tudo isso é normal, pois é nosso corpo começando a se preparar para o parto.




Falando em parto, como já estamos praticamente na metade do caminho, meu foco agora é me preparar para esse grande momento!
Tenho lido bastante a respeito e até resolvi fazer uns posts sobre o assunto. Ontem, fiz um post falando sobre a diferença entre o parto normal e o parto natural. Aguardem o próximo sábado para saber mais sobre os tipos de parto.

Eu particularmente, quero muito tentar fazer parto normal, acho que é o melhor para a recuperação da mãe e do bebê. Espero que consiga!






Essa semana também conversei com uma amiga fotógrafa que também está gravidinha e estamos vendo quando fazer o ensaio de fotos da gestação. Estou vendo alguns tipos diferentes de ensaios para escolher o que mais gosto. Vou fazer um post sobre eles também.

Para finalizar as novidades, acho que senti uns chutinhos bem de leve essa semana, mas não tenho certeza! Rsrs... meu marido disse que é coisa da minha cabeça, mas acho que é pura inveja dele que não pode sentir nada! Rsrs... 



Sobre a neném: de acordo com o aplicativo*, essa semana ela está do tamanho de um coco seco, com cerca de 15 cm. Estão se formando no cérebro as áreas para cheiro, paladar, audição, visão e tato. Os cabelos começam a aparecer no couro cabeludo e os braços e pernas agora têm proporção correta em relação ao corpo.

Por essa semana é só!

Beijos e até a semana que vem!

*Aplicativo Baby Center



sábado, 15 de outubro de 2016

Tipos de Parto - Parte 1 - Parto Normal e Parto Natural

Tipos de Parto - Parte 1 - Parto Normal e Parto Natural



O post de hoje é o primeiro de 3 partes.  Nesses posts vou falar sobre cada tipo de parto e suas indicações e contra-indicações. A ideia não é fazer apologia a nenhum dos tipos e sim esclarecer as diferenças como forma de informação para as futuras mamães. Pois a escolha do parto cabe a cada mulher, juntamento com seu obstetra, levando em consideração as condições da gestação, da mãe e do bebê, avaliadas durante todo o pre-natal. 
No próximo sábado volto para falar sobre a parte 2.



PARTO NORMAL

Como é: via vaginal. Intervenções como anestesia, episiotomia (corte que o médico faz

no períneo para facilitar a saída do bebê) e indução das contrações por meio de soro são práticas aceitas. Apesar disso, permite a participação da mãe em todo o processo. Técnicas de relaxamento e ambiente hospitalar aconchegante minimizam o desconforto.

Quem pode: fisiologicamente, todas as mulheres estão preparadas para ele. É a primeira indicação dos médicos desde que não existam situações de risco para a mãe ou o bebê que exijam outro tipo de procedimento.

Riscos: ruptura do útero durante o trabalho de parto caso a mulher tenha sido submetida a cirurgias anteriores.

Benefícios: baixo risco de infecção materna. Menor incidência de complicações respiratórias para o bebê no pós-parto. Favorecimento do vínculo entre mãe e filho, que é levado para o colo da mãe e amamentado imediatamente ao nascer.

Recuperação: no mesmo dia. Ao final da anestesia, a mulher já pode levantar.

Anestesia: peridural, ráqui ou bloqueio duplo, combinação de peridural com ráqui.





PARTO NATURAL

Como é: via vaginal. A mulher é a agente do processo e nenhuma intervenção é feita, mas é preciso contar com uma equipe (médico, obstetriz e assistente), que entre em ação em caso de imprevistos. Como não há analgesia, pode não ser o ideal para quem é muito sensível à dor. Seus adeptos não falam em dor do parto, e sim em "ondas". Segundo eles, ao entender o processo, a mulher relaxa, o que minimiza o impacto das contrações.

Quem pode: toda mulher cuja gestação não esteja exposta a nenhum fator de risco materno ou fetal.

Riscos: os mesmos do parto normal, ou seja, ruptura do útero durante o trabalho de parto caso a mulher tenha sido submetida a cirurgias anteriores.

Benefícios: os mesmos do parto normal, ou seja, baixo risco de infecção materna. Menor incidência de complicações respiratórias para o bebê no pós-parto. Favorecimento do vínculo entre mãe e filho, que é levado para o colo da mãe e amamentado imediatamente ao nascer.

Recuperação: praticamente imediata.

Anestesia: nenhuma.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Tratamento Combinado para Eliminar Gordura e Tratar Celulite



Médicos adotam tratamento combinado para eliminar gordura e tratar celulite
Tecnologias da BTL eliminam a gordura, tratam a flacidez e a celulite de forma indolor
É cada vez maior o número de pessoas que recorrem a tratamentos de beleza não invasivos. No Brasil – segundo colocado no ranking de países que mais registram procedimentos estéticos no mundo –, 34% dos tratamentos são feitos assim, sem cirurgia. Hoje em dia, os consultórios já oferecem, por exemplo, a possibilidade de perder medidas e melhorar a aparência da pele de forma rápida e indolor.
Desenvolvido pela BTL Aesthetics, um dos maiores fabricantes mundiais de equipamentos médicos, os aparelhos BTL Vanquish e BTL Exilis Elite estão entre os mais usados nos consultórios para tratar gordura e flacidez. O primeiro tem duas ponteiras: uma para reduzir a gordura da região abdominal e outra para áreas mais difíceis, como braços, área interna da coxa e culote. Com um formato anatômico, o equipamento é capaz de melhorar o contorno e eliminar mais de 40% de gordura nessas áreas do corpo, sem encostar na pele do paciente. A tecnologia realiza a apoptose da célula de gordura, induzindo-a entrar em processo de morte natural pelo calor.


Indicado para pacientes com idades entre os 18 e 70 anos e que queiram melhorar a textura da pele, especialmente nas áreas que mostram mais os sinais de envelhecimento, o BTL Exilis Elite acelera o processo de perda de gordura localizada  e trata a flacidez e aparência da pele. O calor liberado pelo aparelho induz a produção de novas fibras de colágeno e trabalha todo o tecido em profundidade.


“Quando associamos as duas técnicas o BTL Vanquish e o BTL Exilis Elite, temos uma maior quantidade de apoptose celular, ou seja, você consegue reduzir mais medidas em menos tempo”, explica o dermatologista Amilton Macedo, de São Paulo. “Portanto, o uso das duas tecnologias permite um melhor resultado”, diz ele. O protocolo de tratamento combinado é de quatro sessões semanas e o resultado esperado é uma eliminação de aproximadamente 60% das células de gordura e melhoria do contorno corporal em somente um mês.
Um outro aparelho adotado pelas clínicas é o BTL X-Wave. Sua tecnologia de ondas acústicas é indicada para o tratamento da celulite e permite ao médico efeito acústico terapêutico em menor tempo, sem desconforto para o paciente. Sem período de recuperação, sem anestesia ou preparo, a maioria dos pacientes não relatam dor associada ao procedimento. O protocolo de tratamento é de seis sessões.


Sobre a BTL Brasil
A BTL Brasil é uma filial do Grupo BTL Industries, um dos maiores fabricantes mundiais de equipamentos médicos, oferecendo para o seu cliente brasileiro um serviço exclusivo em termos de suporte, treinamento e assistência técnica, providenciados diretamente pelo fabricante.
Sobre o Grupo BTL
Fundada em 1993, a BTL é atualmente um dos principais fabricantes mundiais de equipamentos médicos, contando com filiais próprias em mais de 50 países e distribuidores autorizados em mais de 80.


domingo, 9 de outubro de 2016

Diário de Uma Grávida - 18ª Semana


No diário de uma grávida dessa semana a novidade é que a semana foi meio tensa. Fiz uns exames de rotina, pois teria retorno na minha nutricionista e para minha surpresa meu colesterol deu altíssimo. Colesterol total: 491 mg/dL, a faixa desejável é menor que 200 mg/dL.  Conclusão: Surtei!!

Até porque eu nunca tive uma alteração de colesterol na vida. Não tenho problema congênito e não como coisas que poderiam aumentá-lo a tal ponto, nunca comi e agora grávida então é que não vou comer. Por isso me assustei. Liguei para minha médica na hora e ela disse que é normal a alteração de colesterol na gestação por conta das alterações hormonais, pois o colesterol é fundamental para a síntese de hormônios. Porém, mesmo sendo normal, estava muito acima do limite desejável em uma paciente que nunca teve uma alteração.

Repeti o exame e qual foi minha surpresa?
Meu colesterol estava na faixa do desejável para a gestação, 207 mg/dL, ou seja, o primeiro exame estava errado!!

O maior problema que vejo em um caso desses não é o erro em si, até porque todos somos passíveis de erro. O problema aqui é como esses exames são liberados? Como que esse laboratório não entra em contato com essa paciente para repetir este exame?
Bom, mas enfim, após o susto, está tudo bem graças a Deus!!




Voltamos na nutricionista e estamos evoluindo bem, o ganho de peso está adequado e a mamãe aqui só ganhou 2 Kg desde o começo da gestação até agora.

Achei que essa semana a barriguinha já está maior, agora sim está aparecendo, mas nada de chutinhos. As vezes dou uma cutucadinha nela! Rsrs

Estamos quase na metade do caminho e fico imaginando como que será quando ela estiver aqui no meu colo!



Sobre a neném: de acordo com o aplicativo*, essa semana ela está do tamanho de um pimentão, com cerca de 14 cm. As orelhas estão posicionadas e salientes na cabeça. Ela já flexiona braços e pernas.

Por essa semana é só!

Beijos e até a semana que vem!

*Aplicativo Baby Center


sábado, 8 de outubro de 2016

Claffeise AB - Redutor Abdominal - ADA TINA



Essa semana recebi o Claffeise AB - Redutor Abdominal, que reduz medidas e gordura localizada do abdômen e aumenta a firmeza da Pele.

Claffeise AB é destinado ao tratamento cosmético para redução de medidas, principalmente nos locais onde há o maior acúmulo de gordura como abdômen e cintura. Os estudos de eficácia comprovam que Claffeise AB auxilia na redução de 3,2 cm de medidas totais, aumentando a firmeza da pele em apenas 28 dias. Fórmula livre de parabenos.

Aplique duas vezes ao dia com movimentos circulares até completa absorção, não é necessário massagear.

O que diz o fabricante:




Redução das Medidas
3,2 cm Redução das Medidas Totais
Creme Redutor das medidas mais difíceis de serem eliminadas. Reduz até 3,2 cm da região abdominal e da cintura sem dieta e sem exercícios! Reduz a gordura localizada e aumenta a firmeza da pele.
Reduz Medidas do Abdômen; Reduz Medidas da Cintura; Aumenta a firmeza da pele; Melhora da gordura localizada do abdômen; Aumento da maciez da pele; Aumento da hidratação da pele.



Minha opinião:
A linha Claffeise é na minha opinião, uma das melhores linhas de redutores de gordura localizada e celulite existente no mercado, já a utilizei por muito tempo. Agora por conta da gestação, tive que suspender o uso devido à cafeína presente em sua formulação. Mas, assim que minha médica me liberar, após o nascimento da neném, com certeza será o meu queridinho. Realmente os resultados são visíveis e a textura da pele fica maravilhosa! Vale a pena conferir!! Vocês não vão se arrepender! Não vejo a hora de poder voltar a usar!